Abertura do Ano judiciário do Tribunal Eclesiástico de Pouso Alegre

anojud
Na segunda-feira dia 23 de fevereiro foi celebrada a Santa Missa de abertura do Ano Judiciário do Tribunal Eclesiástico Arquidiocesano de Pouso Alegre na Capela da Cúria Metropolitana, presidida pelo Exmo. Revmo. Sr. Arcebispo Dom José Luiz Majella Delgado C.Ss.R.

Em sua mensagem o Sr. Arcebispo lembrou a importância deste período quaresmal e a necessidade de sermos sensíveis aos apelos pastorais da Igreja.

Destacou a relevância do Tribunal Eclesiástico para todos os que a ele recorrem buscando orientação e direção para suas questões.

Ao final da clebração o Vigário Judicial, Côn. Vonilton Augusto Ferreira dirigiu a palavra a Dom Majella, novo Moderador do Tribunal, dando-lhe boas vindas e agradecendo pela confiança na equipe ali presente. Também desejou as boas vindas ao Pe. Clemildes que passa a integrar o grupo de servidores de nosso Tribunal Eclesiástico.

Em breve histórico, o Vigário Judicial lembrou que nosso Tribunal foi inaugurado  em 20 de dezembro de 2010 e iniciou suas atividades em 04 de fevereiro de 2011 tendo como Segunda Instância o Tribunal Eclesiástico Interdiocesano e de Apelação de Belo Horizonte. Ainda agradeceu pessoalmente os vários sacerdotes e leigos que atuam no Tribunal que estavam presentes. Rogou a Deus que ilumine os trabalhos, em prol da justiça e que brilhe sempre a Lei Suprema da Igreja que é a Salvação das almas.

Por Côn. Vonilton Augusto Ferreira

Missa de abertura do Ano da Vida Consagrada é celebrada na Catedral

consagradaNa manhã deste domingo, 22 de fevereiro, durante a celebração das 10h30, aconteceu na Catedral Metropolitana da Arquidiocese De Pouso Alegre a Santa Missa de Abertura do Ano da Vida Consagrada. A celebração da missa foi presidida pelo arcebispo dom José Luiz Majella Delgado e concelebrada pelo cura da Catedral, cônego Edson Oriolo, o vigário paroquial da Catedral, monsenhor Vicente Pereira Gomes e diversos padres religiosos.

Dezenas de representantes de congregações religiosas da Arquidiocese Pouso Alegre estiveram presentes. Logo no início, o irmão Gino Girardelli, representando os religiosos da arquidiocese, fez uma saudação especial ao arcebispo dom Majella e a todos religiosos, onde ressaltou também a vida evangelizadora dos religiosos.

No ofertório, representantes das congregações apresentaram no altar os símbolos de suas congregações e ao fim da celebração todos posaram para foto oficial (abaixo).

A celebração foi transmitida para toda região pela TV Libertas.

[yendifplayer video=7]

 

Por Lucas Silveira

Igreja celebra o início da Quaresma

post4A Quarta-feira de Cinzas na Igreja é um momento especial porque nos introduz precisamente no mistério quaresmal.

Uma das frases – no momentio da imposição das cinzas – serve de lembrete para nós: ‘Lembra-te que do pó viestes e ao pó, hás de retornar.’ A cinza quer demonstrar justamente isso; viemos do pó, viemos da cinza e voltaremos para lá, mas, precisamos estar com os nossos corações preparados, com a nossa alma preparada para Deus.

A Quarta-feira de Cinzas leva-nos a visualizar a Quaresma, exatamente para que busquemos a conversão, busquemos o Senhor. A liturgia do tempo quaresmal mostra-nos a esmola, a oração e o jejum como o princípios da Quaresma.

A própria Quarta-feira de Cinzas nos coloca dentro do mistério. É um tempo de muita conversão, de muita oração, de arrependimento, um tempo de voltarmos para Deus.

Eu gosto muito de um texto do livro das Crônicas que diz: “Se meu povo, sobre o qual foi invocado o meu nome, se humilhar, se procurar minha face para orar, se renunciar ao seu mau procedimento, escutarei do alto dos céus e sanarei sua terra” (II Cr 7, 14).

A Quaresma é tempo conversão, tempo de silêncio, de penitência, de jejum e de oração.