Missa de Abertura da Novena de Natal – Vídeo Completo

Confira como foi a Missa de Abertura da Novena de Natal no último dia 23 de novembro. A TV Libertas juntamente com as Rádios Santa Rita FM, Difusora Pouso Alegre AM, Paraisópolis AM e Web Rádio 13 de Maio transmitiu no dia 23 de novembro de 2014, direto da Catedral Metropolitana de Pouso Alegre, a Santa Missa de Abertura da Novena de Natal na Arquidiocese de Pouso Alegre. A Missa foi presidida pelo arcebispo metropolitano, dom José Luiz Majella Delgado.

Setor Dourado realiza Santas Missões Populares

Missão_homeFoi realizada, dia 23, domingo, na Paróquia São Francisco de Paula em Poço Fundo as Santas Missões Populares do Setor Pastoral Dourado. O encontro contou com mais de 100 missionários de todas as paróquias que compõem o Setor Dourado. Na parte da manhã  o encontro contou com a assessoria do Prof. Giovanni Marques que falou sobre Viver na Alegria do Evangelho. Após o almoço os missionários realizaram a visita às casas das comunidades São Francisco de Paula e São Benedito. O encontro encerrou com a celebração da Santa Missa com a presença de todos os padres do Setor, seminaristas estagiários e os seminaristas que fazem estágio pastoral aos finais de semana.

 

Abertura da novena de natal em nossa arquidiocese

 

capaface

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Neste último domingo, dia 23 de novembro, nosso arcebispo Dom Majella presidiu, na catedral Metropolitana, a Solenidade de Cristo Rei. Esta celebração marcou também o lançamento da novena de natal em família em nossa arquidiocese, além da coleta da Evangelização que acontecerá no próximo dia 14 de dezembro em todo o Brasil.

Em sua homilia, Dom Majella destacou o papel de Jesus no juízo final, não como um juiz iníquo, mas como um pastor que exerce sua misericórdia conforme nossas obras de bondade junto aos mais necessitados.

Falou também sobre a missão dos leigos e leigas na Igreja, a qual todos somos chamados e convidados a transparecer o “rosto de Jesus” em qualquer ministério exercido. Para ajudar nas obras de evangelização em nossa arquidiocese e no Brasil, motivou a assembleia a colaborar com a Coleta da Evangelização, organizada pela CNBB com o slogan “Evangeli Já” e neste ano tem como tema “Cristo é a nossa paz.” (Ef. 2,14)

Sobre a novena de natal, agradeceu à equipe organizadora e convidou a todas as famílias a se prepararem, pela novena, para um feliz e santo natal.

No final da celebração, Pe. João Bosco de Freitas, coordenador arquidiocesano de Pastoral, falou à assembleia sobre a estrutura do livrinho que já foi elaborado por uma equipe arquidiocesana e distribuído às paróquias na última atualização teológica do clero, realizada no final do mês de outubro. Alguns livrinhos estão disponíveis na livraria católica em Pouso Alegre.

A celebração eucarística foi transmitida pela webrádio 13 de maio, rádio difusora de Pouso Alegre e Paraisópolis, além de várias rádios e webrádios paroquiais e pela TV Libertas de Pouso Alegre.

Confira algumas imagens:

cartaz ce comunhãoconsagração

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

entrada

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Crédito das imagens 2 e 3: Lucas Silveira

 

Setor Pastoral Dourado elege nova Coordenação

IMG_20141119_214223Na noite do dia 19 de novembro de 2014 no salão paroquial da Paróquia Sant’Ana em Silvianópolis aconteceu a Reunião do Conselho Setorial de Pastoral (COSEPA) do Setor Pastoral Dourado.

Durante o encontro que contou com a presença de Dom Majella aconteceu a avaliação das atividades setoriais de 2014 e o planejamento das atividades pastorais para o ano de 2015.

Também foi feita eleição para a Coordenação do Setor Pastoral sendo eleito Pe. Edson Aparecido da Silva Coordenador, Pe Heraldo José dos Reis Vice-Coordenador e a secretária Celina da Paróquia de Espírito Santo do Dourado .

Em seguida à eleição foi realizado o Amigo Secreto do Setor Pastoral Dourado.

Após alguns comunicados Dom Majella encerrou a reunião com a Benção. Por fim foi servido deliciosas pizzas oferecidas pela Paróquia de Silvianópolis.

Experiência missionária na Ilha do Marajó – Shirlene & Sérgio

Imagem6Há muito tempo meu coração desejava uma experiência missionária num lugar diferente, com pessoas de cultura diferente, de preferência com maior simplicidade…

E eis que Deus foi providenciando esta graça em minha vida, com ajuda de outras pessoas e  situações.
E para Outubro – mês missionário, foi agendada nossa viagem. E meu marido Sérgio não só me apoiou, como me acompanhou. Meu amigo, meu amor!

Aproveitando nossas curtas férias e economias,  decidimos viajar para o Pará, no Norte do país, a mais de 3000 km de Pouso Alegre.

Em 17/10/14  fomos para a capital Belém com minha irmã Mariinha e ficamos com
meus sobrinhos que lá moram: Beto, Roberta e Davi. Cidade grande e muito movimentada, onde conhecemos vários lugares turísticos, igrejas e parques

Estava na época da principal festa religiosa do Pará e a maior do Brasil: o Círio de Nossa Senhora de Nazaré. A devoção é enorme e comovente.
1º dia da missão: terça 21/10
Partimos num barco de 3 andares para a Ilha de Marajó, nossa Diocese irmã de Ponta de Pedras, onde já encontramos o acolhedor Padre Fabiano José Pereira, que está  trabalhando lá, e mais duas fiéis. Aproveitamos para conversar muito sobre várias coisas e apreciar a natureza ao nosso redor. Que maravilhosa é a criação de Deus!

Foram 3 horas de viagem para atravessar a Baía de Guajará, que mais parece um mar, de tão grande. O sol refletia nas águas e o vento refrescava tudo…

Ao descer no porto de Camará, fomos de micro ônibus até o nosso destino. Mais 2 horas de viagem em estrada de terra. Finalmente chegamos na cidade de Cachoeira do Arari, na Igreja Matriz de Nossa Senhora da Conceição, fundada em 1747, onde também fica a casa paroquial, na qual ficamos hospedados. A Paróquia tem 26 comunidades, formadas ou em formação.

Ali fomos muito bem acolhidos também pelo Padre Leandro Aparecido da Silva, Carlinhos e
funcionários da paróquia: Nazaré, Maroca e Raimunda. Após almoçarmos e descansarmos um pouco, fomos à missa da noite na comunidade urbana de N.S. do Perpétuo Socorro, presidida pelo Padre Leandro.
2º dia da missão: quarta 22/10
Preparamos os 3 encontros de formação que aconteceriam nas comunidades da cidade, do campo e ribeirinhas. À noite, no centro pastoral,  aconteceu o 1º encontro com catequistas das comunidades urbanas. Muito bom e interessante!

Onde também conhecemos as irmãs Célia (marajoara) e Celeste (portuguesa) que moram lá, junto com outra freira, e ajudam em vários trabalhos pastorais, principalmente na catequese, liturgia e com a juventude.
3º dia da missão: quinta 23/10
Passamos para conhecer algumas comunidades  urbanas e suas igrejas. Depois preparamos toda bagagem necessária e partimos para outras comunidades distantes, junto com
o Padre Fabiano e mais 2 catequistas: Alana e Vaninha.

Deixamos parte do material na comunidade de campo, casa do Sr. Pedro, e fomos numa comunidade ribeirinha preparar o local do encontro, onde até brincamos com um quati.

Depois, fomos de “rabeta” – canoa motorizada – pernoitar na comunidade ribeirinha de Anaraí. Que aventura!

Lá foi tudo de diferente: andar por  pontes estreitas de tábuas ou troncos (trapiches e estivas),

…ver o por do sol na beira do rio, conhecer a bela igrejinha e passar por casas sobre palafitas, usar banheiros improvisados, só 2:30 horas com energia elétrica de gerador… Na singela casa da generosa Dona Isabel, um papo gostoso, um banho refrescante, uma janta deliciosa e uma noite dormindo na rede (os homens na área, ao ar livre…).

 

4º dia da missão: sexta 24/10


Bem cedo e com várias pessoas daquela comunidade, voltamos de rabetas para o local do encontro e missa, na outra comunidade ribeirinha do Japuíra. Compareceram dezenas de catequistas e agentes de pastorais das comunidades ribeirinhas.  Dia todo de oração, formação e animação! Voltamos para a comunidade rural de Retiro Grande, onde lanchamos num lugar meio maluco e pernoitamos em redes, numa casa vazia da Igreja.
5º dia da missão: sábado 25/10
Realizamos o encontro de formação e missa com vários catequistas e agentes de pastorais e movimentos. Tudo de bom o dia inteiro!

Antes de voltar para a Igreja Matriz, paramos na casa da Silvia, que nos serviu deliciosas sobremesas com frutas locais. Depois da missa da noite: pizza, sorvete de carimbó… Quantas delícias tem lá!

 

6º dia da missão: domingo 26/10
Cedo fomos com Padre Leandro em animada missa da Festa de São Benedito, na comunidade rural de Santa Rosa. Na quermesse acompanhamos o estouro de pistolas (fogos), conversamos com várias pessoas e saboreamos também pratos típicos .

Em outra comunidade rural, justificamos o voto. À noite fomos na missa da Matriz, presidida por Padre Fabiano, onde aconteceu nossa despedida.

Coração apertado…

 

7º dia da missão: segunda 27/10
Cedinho fomos todos visitar a cidade vizinha de Salvaterra. Atravessamos o rio de balsa…Lá conversamos sobre a experiência que vivemos, os aprendizados, idéias… (e também bobeiras).
Curtimos a praia de água doce, almoçamos… Que gostoso!

Ah! E andamos de búfalos. (Isto é só para os fortes!!!)

Após o almoço, embarcamos de volta para Belém, já com saudades da Ilha e das pessoas…
E mais uma vez pudemos contemplar a beleza das águas…

Em Belém voltamos a visitar o tradicional mercado Ver-o-peso e rezamos o terço na Capelinha de N.S.Graças.

Em 29/10 voltamos para casa, com a certeza que tudo foi um lindo sonho que se tornou realidade…

 


Num lugar de calor intenso (do clima e humano) e muitos banhos frios.

Onde pudemos partilhar nossa vida e nossa fé com gente humilde e de bem com a vida, com vários  jovens nos grupos e ajudando na catequese.
Que fala baixo, diferente e bonito.
Que gosta muito de farinha de mandioca e açaí.
Que tem sonhos e conquistas, dificuldades e desafios (agravados pela falta de mais lideranças, longas distâncias e altas marés, principalmente no inverno).
Onde nossa Arquidiocese de Pouso Alegre dá assistência, sendo que atualmente estão lá os
padres Fabiano e Leandro a dois anos e meio. São jovens guerreiros da fé, com uma rotina intensa e muitos desafios para atender suas 26 comunidades.

Lá deixamos um pouco de nós, mas trouxemos muito daquela gente.  Percebemos que:
Existem várias diferenças, mas na fé somos bem parecidos. Simplicidade e humildade são virtudes que devemos resgatar e praticar mais no nosso dia a dia.

E voltamos para os braços de nossa família, amigos  e comunidade, ainda mais animados, pois lá ou cá, todos nós somos importantes para a construção do Reino de Deus.

Então, só temos a agradecer a Deus:

…por esta graça recebida

…pelas pessoas que nos apoiaram e rezaram por nós

…pelas pessoas que lá conhecemos e nos acolheram

…por poder partilhar nossa vida e nossa fé

… pelas lições aprendidas

…por voltarmos ainda mais conscientes de nossa missão cristã.

 

Também agradecemos…

…aos Padres Fábio e Ivan que apoiaram nossa ida

…a minha irmã Mariinha que nos fez companhia até Belém

… ao meu cunhado Zé Geraldo que nos
transportou parte do caminho

…aos meus sobrinhos do Pará: Beto, Roberta e Davi,
que nos acolheram em sua casa

…aos Padres Fabiano e Leandro que nos deram a oportunidade e acolhida em sua paróquia

…ao Carlinhos, funcionários paroquiais, irmãs e  todos que foram nossos companheiros em Marajó.

E ainda:

… a nossa filha Suzanne que
compreendeu nossa ausência

…aos meus sogros Agenir e Miguel,
e às famílias do Felipe e Letícia que a acolheram

…ao parceiro Danilo, que cuidou de nossa casa

Enfim, aos familiares, amigos e todos que rezaram,
torceram ou nos ajudaram de alguma forma.

Estamos muitos felizes por nossa experiência missionária na Ilha do Marajó, mas também pelo retorno à nossa terra.
As Palavras de Jesus ecoam com força no nosso coração:
“Não  tenham  medo…”
“Avancem  para  águas  mais  profundas.”

 

Enviado por: Pe. Fabiano José da Silva