Juventude Católica deu show! Confira novas fotos do DNJ 2012

O Dia Nacional da Juventude, que ocorreu no último domingo, 28, foi marcado por muita alegria, animação e oração. Cerca de mil jovens de toda a Arquidiocese de Pouso Alegre se reuniram na Escola Profissional “Delfim Moreira”, em Pouso Alegre, para celebrar esta data tão marcante na vida da Igreja. Músicas, danças, teatros, palestras preencheram o dia, que terminou com uma passeata pelas principais ruas da cidade até a Paróquia Santuário, onde foi celebrada a Eucaristia. As fotos são de Felipe Guimarães e Irapuam Dias, membros da Pascom da Arquidiocese.

Confira todos os momentos na página da Arquidiocese no facebook.

Clique no “joinha” e compartilhe este momento tão especial na vida do jovem. 

Novo pároco e novo vigário assumem seus trabalhos em Jacutinga

Foto: A Gazeta de Jacutinga

Os padres Jésus Benedito dos Santos e Rone Peterson de Oliveira e Faria assumiram na noite da última segunda-feira, 29, as funções de pároco e vigário da Paróquia Santo Antônio em Jacutinga. A Eucaristia foi presidida pelo Vigário Geral da Arquidiocese de Pouso Alegre, Monsenhor Vonilton Augusto Ferreira, e concelebrada por diversos outros padres.

Fiéis de Jacutinga e Albertina lotaram a Igreja Matriz para receber seus novos pastores. Muitos paroquianos de Congonhal/ Senador José Bento e Santa Rita do Sapucaí (Nossa Senhora de Fátima), onde estavam padre Jésus e padre Rone, se fizeram presentes.

Foto: A Gazeta de Jacutinga

Logo no início da celebração, padre Simão Cirineo leu o Decreto de Nomeação. Em seguida, padre  Jésus proferiu sua Profissão de Fé e seu Juramento de fidelidade. Conforme determina a disciplina da Igreja, os fiéis chamados exercer um cargo em nome da Igreja devem emitir a Profissão de Fé, segundo a fórmula aprovada pela Sé Apostólica.

Na sequência, Monsenhor Vonilton entregou diversos instrumentos ao novo pároco para que possa desempenhar bem sua missão. Por primeiro, padre Jésus recebeu as chaves da Igreja, casa de Deus e de todo o povo, para que tome consciência do cuidado que deverá ter com o Templo material, símbolo da Igreja viva que deverá edificar.

Foto: A Gazeta de Jacutinga

Depois foi conduzido até a Capela do Santíssimo, onde fez um breve momento de adoração e recebeu as chaves do Sacrário, pois a vida espiritual dos fiéis é alimentada pela Eucaristia. Ele também foi ao local onde é administrado o Sacramento da Reconciliação, um das funções mais importantes do padre, pois é o instrumento de reconciliação entre Deus e seu povo.

Por fim, Padre Jésus Benedito dos Santos foi levado até a Pia Batismal, onde terá a missão de administrar o Batismo, fazendo das pessoas novos filhos de Deus, renascidos pela Graça do Espírito Santo.

Celebrados os ritos, conforme mandamento da Santa Igreja, o novo pároco assumiu a presidência, dando continuidade à Celebração Eucarística.

Foto: A Gazeta de Jacutinga

No final, padre Jesus proferiu suas primeiras palavras aos novos paroquianos, reforçando a necessidade de deixar Deus conduzir, já que toda mudança traz medos. Ele também relembrou todos os lugares por onde passou, fazendo questão de afirmar que todas as paróquias favoreceram seu crescimento como ser humano e padre.

 

"A Nova Evangelização diz respeito a toda a vida da Igreja" ,afirma Bento XVI

Bento XVI presidiu, neste domingo, na Basílica de São Pedro, a celebração eucarística de encerramento da 13ª Assembleia Geral Ordinária do Sínodo dos Bispos.

Em sua homilia, o Papa se deteve sobre a cura do cego Bartimeu que ocupa uma posição significativa na estrutura do Evangelho de Marcos, itinerário de fé que se desenvolve gradualmente na escola de Jesus.

Leia também: Padres sinodais apresentam lista com 57 propostas

A condição de cegueira tem um significado denso nos Evangelhos. Representa o homem que tem necessidade da luz de Deus, a luz da fé, para conhecer verdadeiramente a realidade e caminhar pela estrada da vida. “Bartimeu não é cego de nascença, mas perdeu a vista: é o homem que perdeu a luz e está ciente disso, mas não perdeu a esperança. Num de seus escritos, Santo Agostinho interpreta Bartimeu como pessoa decaída duma condição de grande prosperidade e nos convida a refletir sobre o fato de que há riquezas preciosas na nossa vida que podemos perder e que não são materiais” – frisou Bento XVI.

“Nesta perspectiva, Bartimeu poderia representar aqueles que vivem em regiões de antiga evangelização, onde a luz da fé se debilitou, e se afastaram de Deus. São pessoas que deste modo perderam uma grande riqueza, decaíram duma alta dignidade – não econômica ou de poder terreno, mas a dignidade cristã –, perderam a orientação segura e firme da vida e tornaram-se, muitas vezes inconscientemente, mendigos no sentido da existência” – acrescentou o Pontífice.

O Papa destacou que “são muitas as pessoas que precisam de uma nova evangelização, ou seja, de um novo encontro com Jesus, o Cristo, o Filho de Deus, que pode voltar a abrir os seus olhos e ensinar-lhes a estrada. A nova evangelização diz respeito a toda a vida da Igreja. Refere-se, em primeiro lugar, à pastoral ordinária que deve ser mais animada pelo fogo do Espírito a fim de incendiar os corações dos fiéis que frequentam regularmente a comunidade reunindo-se no dia do Senhor para se alimentarem de sua Palavra e do Pão de vida eterna.”

Bento XVI então sublinhou três linhas pastorais que emergiram do Sínodo. “A primeira diz respeito aos Sacramentos da iniciação cristã. Foi reafirmada a necessidade de acompanhar, com uma catequese adequada, a preparação para o Batismo, a Confirmação e a Eucaristia; e reiterou-se também a importância da Penitência, sacramento da misericórdia de Deus. É através deste itinerário sacramental que passa o chamado do Senhor à santidade, dirigido a todos os cristãos.”

A segunda é que “a nova evangelização está essencialmente ligada à missão ad gentes. A Igreja tem o dever de evangelizar, de anunciar a mensagem da salvação aos homens que ainda não conhecem Jesus Cristo”. O Papa recordou que durante as reflexões sinodais, foi sublinhado que existem lugares na África, Ásia e Oceânia, onde os habitantes esperam com expectativa o primeiro anúncio do Evangelho. “Por isso, é preciso pedir ao Espírito Santo que suscite na Igreja um renovado dinamismo missionário, cujos protagonistas sejam, de modo especial, os agentes pastorais e os fiéis leigos. A globalização provocou um notável deslocamento de populações, pelo que se impõe a necessidade do primeiro anúncio também nos países de antiga evangelização” – frisou o Papa.

O terceiro aspecto diz respeito às pessoas batizadas que, porém, não vivem as exigências do Batismo. “Durante os trabalhos sinodais, foi posto em evidência que estas pessoas se encontram em todos os continentes, especialmente nos países secularizados. A Igreja dedica-lhes uma atenção especial, para que encontrem de novo Jesus Cristo, redescubram a alegria da fé e voltem à prática religiosa na comunidade dos fiéis. Para além dos métodos tradicionais de pastoral, sempre válidos, a Igreja procura lançar mão de novos métodos, valendo-se também de novas linguagens, apropriadas às diversas culturas do mundo, para implementar um diálogo de simpatia e amizade que se fundamenta em Deus que é Amor.”

Voltando à figura do cego Bartimeu, curado por Jesus, Bento XVI concluiu a homilia dizendo: “Assim são os novos evangelizadores: pessoas que fizeram a experiência de ser curadas por Deus, através de Jesus Cristo”.

 

Com informações da Rádio Vaticano

Em dia "mágico", DNJ reúne mais de mil jovens em Pouso Alegre

Um dia para ficar guardado na memória dos mais de mil jovens que se reuniram durante todo este domingo, 28, na Escola Profissional de Pouso Alegre para celebrar o Dia Nacional da Juventude. Na Subcomissão para  Juventude da Arquidiocese, organizadora do evento, o sentimento é de missão cumprida.

 

 

O dia começou às 09h, com a acolhida aos grupos da Pastoral da Juventude, Javé Nissi – RCC, Pastoral Universitária, Jovisa e TLC. Em seguida, os jovens participaram de uma palestra com o Geraldo, de Itajubá, que falou sobre a necessidade do jovem deixar Deus agir em suas vidas.

Às 11h, a Renovação Carismática Católica apresentou o teatro “Canto da Írias”, que emocionou a todos. Depois de um delicioso almoço, com muito cachorro-quente e macarronada, os jovens ficaram conhecendo um pouco mais sobre o Bote-Fé e Jornada Mundial da Juventude, que ocorre na Arquidiocese de Pouso Alegre e no Rio de Janeiro, respectivamente, em 2013.

Por fim, Monsenhor Vonilton Augusto Ferreira, Vigário Geral da Arquidiocese, conversou com os jovens sobre o tema do DNJ 2012: “Que vida vale a pena ser vivida?”. A animação fez parte desses jovens durante todo o dia, com muita alegria e festa.

Às 15h, todos os jovens percorreram algumas ruas de Pouso Alegre em direção à Igreja do Santuário, onde participaram da Eucaristia. Definitivamente, um dia para ficar na história.

Veja mais fotos

2º Seminário Igreja e Bens Culturais reúne 120 participantes

Nos dias 22 a 25 de outubro, a Comissão de Bens Culturais da Igreja do Regional Leste 2(Minas Gerais e Espírito Santo) realizou na Casa de Retiros São José, em Belo Horizonte (MG) o 2º Seminário Igreja e Bens Culturais.

Com o objetivo de refletir sobre a as técnicas de conservação e salvaguarda do patrimônio cultural da Igreja e sua importância na evangelização, o Seminário reuniu cerca de 120 participantes entre padres, religiosos, arquitetos, arquivistas, restauradores e pesquisadores das (arqui)dioceses do Regional Leste 2 e do Brasil.

Durante o Seminário, os participantes puderam ampliar as discussões e debates sobre a  legislação civil e canônica, técnicas de inventariação e catalogação de bens culturais, medidas de conservação e segurança, e adequações de novas edificações. A programação do Seminário incluiu ainda visitas guiadas ao Palácio do Governo do Estado de Minas Gerais, Basílica Nossa Senhora de Lourdes, Mosteiro Nossa Senhora das Graças, Centro de Conservação e Restauração de Bens Culturais Moveis da UFMG, em Belo Horizonte, e museus e igrejas de Sabará(MG).

O 2º Seminário contou com a presença de representantes do Ministério Público Estadual (MPE), do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) e do Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais (IEPHA).  O presidente do IEPHA, Fernando Viana Cabral anunciou durante o evento o programa de monitoramento do patrimônio histórico em Minas Gerais. Segundo Fernando Viana, a partir do ano que as cidades históricas mineiras  de Ouro Preto, Mariana, São João del-Rei, Tiradentes, Congonhas e Diamantina, contarão com câmeras de monitoramento do programa Olho Vivo. “Em Congonhas, as câmeras de vídeo vão proteger o Santuário do Senhor Bom Jesus do Matosinhos, os profetas e as capelas”, afirmou Cabral, explicando que a primeira reunião para a implantação do serviço já foi feita com o secretário estadual de Defesa Social, Rômulo Ferraz.

Para o presidente de Comissão Igreja e Bens Culturais do Regional Leste 2 e arcebispo metropolitano de Juiz de Fora, dom Gil Antônio Moreira está havendo uma mudança de mentalidade para o combate a furtos, arrombamentos e degradação. “Estamos avançando, mas temos um longo caminho ainda a percorrer para aumentar a conscientização. E nesse processo o diálogo com instituições estaduais e federais tem nos ajudado”.

Ao final do Seminário, os participantes redigiram uma petição que será encaminhada ao Senado Federal requerendo os direitos dos proprietários dos bens culturais e finalidade prioritária dos bens sacros.

Fonte: Assessoria de Comunicação CNBB Leste II